Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Select a Page:
Scroll to top

Top

Posts By Zakyia

Satisfação dos Profissionais dos Enfermeiros de Reabilitação e a Satisfação dos Utentes Decorrente da Prestação dos Cuidados de Enfermagem de Reabilitação

10/10/2017 | O objetivo desta investigação é aferir a sensibilidade das empresas para uma norma única certificável para sistemas integrados de gestão da qualidade, ambiente e segurança (SIGQAS), procurando perceber se a sua existência facilitaria a implementação de SIGQAS e, em caso afirmativo, se estariam motivadas a optar por esta certificação. Para o efeito, realizou-se um estudo empírico que consistiu numa análise exploratória com administração de questionário às empresas do ramo da indústria da região centro de Portugal, com sistema de gestão da qualidade certificado. Este artigo encontra-se dividido em dois capítulos: o primeiro apresenta o enquadramento teórico do tema, apresentando as vantagens e dificuldades na integração de sistemas de gestão, e o segundo capítulo é dedicado à análise de dados. Os dados obtidos permitem concluir que existe um maior número de empresas (62%) a considerar que a existência de uma norma única certificável para SIGQAS facilitaria a implementação. No entanto, não existem diferenças estatisticamente significativas entre as opiniões, isto é, as empresas não consideram, de forma clara, a necessidade de criação de uma norma integradora. Por outro lado, é evidente para as empresas que consideram positiva a existência da norma única certificável, a motivação para a certificação de SIGQAS.

A Cooperação entre Organizações e Profissionais como Vetor de Competitividade – Plataforma Integrada de Informação e Conhecimento Empresarial

10/10/2017 | O objetivo desta investigação é aferir a sensibilidade das empresas para uma norma única certificável para sistemas integrados de gestão da qualidade, ambiente e segurança (SIGQAS), procurando perceber se a sua existência facilitaria a implementação de SIGQAS e, em caso afirmativo, se estariam motivadas a optar por esta certificação. Para o efeito, realizou-se um estudo empírico que consistiu numa análise exploratória com administração de questionário às empresas do ramo da indústria da região centro de Portugal, com sistema de gestão da qualidade certificado. Este artigo encontra-se dividido em dois capítulos: o primeiro apresenta o enquadramento teórico do tema, apresentando as vantagens e dificuldades na integração de sistemas de gestão, e o segundo capítulo é dedicado à análise de dados. Os dados obtidos permitem concluir que existe um maior número de empresas (62%) a considerar que a existência de uma norma única certificável para SIGQAS facilitaria a implementação. No entanto, não existem diferenças estatisticamente significativas entre as opiniões, isto é, as empresas não consideram, de forma clara, a necessidade de criação de uma norma integradora. Por outro lado, é evidente para as empresas que consideram positiva a existência da norma única certificável, a motivação para a certificação de SIGQAS.

Análise Estatística de Questionários de Avaliação Pedagógica Inseridos no Sistema de Gestão da Qualidade no Ensino Superior

10/10/2017 | As normas da família ISO são revistas regularmente de forma a acompanhar as mudanças que ocorrem nas áreas de interesse para as organizações. Em 2015 foram publicadas novas versões das normas ISO 9001 e ISO 14001, pelo que muitas das organizações certificadas por estes referenciais se encontram atualmente a trabalhar na adaptação dos seus sistemas de gestão da qualidade (SGQ) e ambiental (SGA) aos requisitos destas novas versões. Nesta comunicação parte-se da adaptação do SGQ e do SGA de uma média empresa portuguesa (ambos certificados) aos referencias ISO 9001:2015 e ISO 14001: 2015, respetivamente, com o objetivo de analisar e discutir criticamente a forma como estes processos decorrem. A comunicação organiza-se em três etapas: 1) análise dos atuais SGQ e SGA da organização em estudo, comparando as suas características com os requisitos das novas versões das normas, por forma a identificar as lacunas existentes; 2) descrição das ações a implementar por forma a ultrapassar estas lacunas; 3) análise crítica do processo de adaptação, focada nas dificuldades inerentes ao mesmo e nos principais benefícios para a organização. O trabalho realizado permite ainda discutir as vantagens decorrentes da implementação integrada de sistemas de gestão quando comparada com a sua implementação em separado.

Motivações na Implementação de um Sistema de Garantia de Qualidade Alinhado com o Quadro EQAVET. Estudo de Casos em Operadores de Educação e Formação Profissional

06/10/2017 | As normas da família ISO são revistas regularmente de forma a acompanhar as mudanças que ocorrem nas áreas de interesse para as organizações. Em 2015 foram publicadas novas versões das normas ISO 9001 e ISO 14001, pelo que muitas das organizações certificadas por estes referenciais se encontram atualmente a trabalhar na adaptação dos seus sistemas de gestão da qualidade (SGQ) e ambiental (SGA) aos requisitos destas novas versões. Nesta comunicação parte-se da adaptação do SGQ e do SGA de uma média empresa portuguesa (ambos certificados) aos referencias ISO 9001:2015 e ISO 14001: 2015, respetivamente, com o objetivo de analisar e discutir criticamente a forma como estes processos decorrem. A comunicação organiza-se em três etapas: 1) análise dos atuais SGQ e SGA da organização em estudo, comparando as suas características com os requisitos das novas versões das normas, por forma a identificar as lacunas existentes; 2) descrição das ações a implementar por forma a ultrapassar estas lacunas; 3) análise crítica do processo de adaptação, focada nas dificuldades inerentes ao mesmo e nos principais benefícios para a organização. O trabalho realizado permite ainda discutir as vantagens decorrentes da implementação integrada de sistemas de gestão quando comparada com a sua implementação em separado.

ISO9001 e Lean: Proposta de Modelo de Integração

06/10/2017 | As normas da família ISO são revistas regularmente de forma a acompanhar as mudanças que ocorrem nas áreas de interesse para as organizações. Em 2015 foram publicadas novas versões das normas ISO 9001 e ISO 14001, pelo que muitas das organizações certificadas por estes referenciais se encontram atualmente a trabalhar na adaptação dos seus sistemas de gestão da qualidade (SGQ) e ambiental (SGA) aos requisitos destas novas versões. Nesta comunicação parte-se da adaptação do SGQ e do SGA de uma média empresa portuguesa (ambos certificados) aos referencias ISO 9001:2015 e ISO 14001: 2015, respetivamente, com o objetivo de analisar e discutir criticamente a forma como estes processos decorrem. A comunicação organiza-se em três etapas: 1) análise dos atuais SGQ e SGA da organização em estudo, comparando as suas características com os requisitos das novas versões das normas, por forma a identificar as lacunas existentes; 2) descrição das ações a implementar por forma a ultrapassar estas lacunas; 3) análise crítica do processo de adaptação, focada nas dificuldades inerentes ao mesmo e nos principais benefícios para a organização. O trabalho realizado permite ainda discutir as vantagens decorrentes da implementação integrada de sistemas de gestão quando comparada com a sua implementação em separado.

A Adaptação do Sistema de Gestão da Qualidade e Gestão Ambiental às Versões de 2015 das Normas da ISO 9001 e ISO 140001: Desafios, Barreiras e Benefícios

06/10/2017 | As normas da família ISO são revistas regularmente de forma a acompanhar as mudanças que ocorrem nas áreas de interesse para as organizações. Em 2015 foram publicadas novas versões das normas ISO 9001 e ISO 14001, pelo que muitas das organizações certificadas por estes referenciais se encontram atualmente a trabalhar na adaptação dos seus sistemas de gestão da qualidade (SGQ) e ambiental (SGA) aos requisitos destas novas versões. Nesta comunicação parte-se da adaptação do SGQ e do SGA de uma média empresa portuguesa (ambos certificados) aos referencias ISO 9001:2015 e ISO 14001: 2015, respetivamente, com o objetivo de analisar e discutir criticamente a forma como estes processos decorrem. A comunicação organiza-se em três etapas: 1) análise dos atuais SGQ e SGA da organização em estudo, comparando as suas características com os requisitos das novas versões das normas, por forma a identificar as lacunas existentes; 2) descrição das ações a implementar por forma a ultrapassar estas lacunas; 3) análise crítica do processo de adaptação, focada nas dificuldades inerentes ao mesmo e nos principais benefícios para a organização. O trabalho realizado permite ainda discutir as vantagens decorrentes da implementação integrada de sistemas de gestão quando comparada com a sua implementação em separado.

As Empresas Certificadas pela Qualidade e a sua Sustentabilidade para uma Norma Integradora – Caso das Empresas da Região Centro

03/10/2017 | O objetivo desta investigação é aferir a sensibilidade das empresas para uma norma única certificável para sistemas integrados de gestão da qualidade, ambiente e segurança (SIGQAS), procurando perceber se a sua existência facilitaria a implementação de SIGQAS e, em caso afirmativo, se estariam motivadas a optar por esta certificação. Para o efeito, realizou-se um estudo empírico que consistiu numa análise exploratória com administração de questionário às empresas do ramo da indústria da região centro de Portugal, com sistema de gestão da qualidade certificado. Este artigo encontra-se dividido em dois capítulos: o primeiro apresenta o enquadramento teórico do tema, apresentando as vantagens e dificuldades na integração de sistemas de gestão, e o segundo capítulo é dedicado à análise de dados. Os dados obtidos permitem concluir que existe um maior número de empresas (62%) a considerar que a existência de uma norma única certificável para SIGQAS facilitaria a implementação. No entanto, não existem diferenças estatisticamente significativas entre as opiniões, isto é, as empresas não consideram, de forma clara, a necessidade de criação de uma norma integradora. Por outro lado, é evidente para as empresas que consideram positiva a existência da norma única certificável, a motivação para a certificação de SIGQAS.

Recuperar Password

Por favor, introduza o seu e-mail. Vai receber uma nova password via e-mail.