Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Select a Page:
Scroll to top

Top

Actas

VII Encontro de Tróia

02/12/2016 |
O VII Encontro anual da RIQUAL realizou-se no dia 3 de junho de 2016 no Hotel Aqualuz em Tróia. Após 2 anos de realização fora, decidimos regressar ao local de origem, prática que pretendemos manter no futuro. Assim, nos próximos dois anos o Encontro realizar-se-á nas regiões Norte e Centro. O VII Encontro contou com 60 inscrições e 26 comunicações.

Em 2019 regressaremos a Tróia para o X Encontro, o qual pretendemos comemorar de forma adequada.

VII Encontro de Tróia – Inscrições

27/04/2016 |

Inscreva-se aqui.

O Encontro dos investigadores da qualidade realizar-se-á a 3 de junho de 2016 em Tróia.

Consulte o Programa Provisório do Encontro aqui.

Saiba mais sobre o alojamento aqui.

Submissão de Abstracts/Artigos VII Encontro de Tróia

17/02/2016 |
Submeta os Abstracts e/ou Artigos para o VII Encontro dos Investigadores da Qualidade AQUI.

ICQEM – 2014

24/01/2016 |

“For the first time we are promoting the International Conference on Quality Engineering and Management, taking place at the School of Engineering of the University of Minho, in the historic city of Guimarães.

This event combines two areas that are not usually brought together: Quality Engineering and Quality Management. We hope that the results of our effort will translate into a successful venture, to be repeated on a periodic basis, making gradualy of this conference an inportante scientific event in the field of quality.”

Saiba mais sobre a ICQEM – 2014 aqui.

VI Encontro de Tróia

08/10/2015 |
O VI Encontro anual da RIQUAL realizou-se no dia 5 de junho de 2015 nas instalações do ISEC, em Lisboa. Pelo segundo ano consecutivo, não se realizou em Tróia, tentando responder a pedidos de vários colegas de Lisboa e de outras regiões do Norte e Centro. O VI Encontro contou com 76 inscrições e 32 comunicações. Na primeira parte do Encontro foi apresentado um balanço dos recentes desenvolvimentos da RIQUAL: – Alterações ao Regulamento da Rede, consagrando as práticas existentes, que já não coincidiam com o texto original e também o âmbito que de forma expressa consagra a qualidade e as áreas afins. – Clarificação do significado de membro da RIQUAL, tendo ficado estabelecido a obrigação de partilha da Ficha de Investigador, ou pedido de adesão aprovado pela Comissão Coordenadora. – Informação sobre os números publicados da revista TMQ e os previstos para 2015-2016. – Novos conteúdos e novas funcionalidades no Site das publicações (www.publicacoesqualidade.com; www.publicacoes.apq.pt), destacando-se as publicações de outras entidades como a FORGES e a RELACRE, e estando em perspetiva a disponibilização imediata dos artigos comprados e o reconhecimento automático dos associados da APQ. – A monitorizar da produção científica, a nível nacional, tendo sido apresentada a experiência e os resultados da Universidade do Porto. – A Produção em curso de um programa de gestão de eventos, tendo sido já utilizadas e testadas algumas funcionalidades no planeamento e realização do VI Encontro. Saiba mais aqui.

SHO 2014 – International Symposium on Ocupational Safety and Hygiene

20/04/2015 |

SHO 2014

A Sociedade Portuguesa de Segurança e Higiene Ocupacionais (SPOSHO) é uma sociedade científica que tem como principais objectivos a promoção da discussão dos diferentes domínios da segurança e higiene ocupacionais (SHO), o desenvolvimento de acções de divulgação e de formação no domínio da SHO, e constitui-se como um espaço de defesa dos interesses comuns dos técnicos desta área da Sociedade, bem como em participar e estabelecer relações com sociedades científicas congéneres, a nível nacional e internacional.

Este livro de proceedings resulta da compilação dos artigos curtos submetidos a um dos eventos organizados pela SPOSHO, o Colóquio Internacional de Segurança e Higiene Ocupacionais – SHO, que em 2014 cumpriu a sua 10ª edição.

O evento teve lugar no Auditório Nobre da Escola de Engenharia da Universidade do Minho, em Guimarães. A edição de 2014 abrangeu as temáticas da Ergonomia e do Ambiente Físico, dos Riscos Químicos e Biológicos, da Segurança contra Incêndio e da Gestão da Prevenção, que foram objecto de sessões plenárias, tendo ainda decorrido várias sessões paralelas de comunicações livres nas mais de 25 áreas temáticas previstas para o evento, bem como em várias sessões com apresentação de posters.

Qualidade no comércio através do programa “Q comércio”: o caso de uma clínica veterinária brasileira

08/10/2015 |
No atual mercado global, a qualidade tem se mostrado uma excelente característica para atrair e manter clientes fiéis a marcas, produtos e serviços. Seja a qualidade referente ao produto, serviço, ou mesmo aos processos que os compõe, percebe-se que as rotinas diárias dos gestores das pequenas empresas sufocam as intenções de implantar sistemas de qualidade que são, na maioria dos casos, focados em processos industriais ou em empresas de grande porte. Assim, a presente pesquisa tem o objetivo de analisar o caso de implantação do programa “Q Comércio”, promovido pela FCDL com o apoio do SEBRAE/RS, com base nos critérios da excelência da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), em uma empresa do ramo de prestação de serviços veterinários do município de Santo Ângelo, estado do RS, Brasil. A metodologia utilizada para a presente pesquisa foi, quanto ao tipo, exploratória, pois pretendeu-se buscar maior familiaridade com o programa foco da pesquisa. Utilizou-se para isso, principalmente, o estudo de caso, uma vez que se buscou analisar as práticas adotadas pela empresa a partir da adesão ao programa “Q Comércio”, bem como as melhorias resultantes dessas práticas. Os resultados obtidos com a pesquisa foram que a adesão a um programa de qualidade que proporcione uma orientação prática aos gestores de pequenos negócios é imprescindível para que seja viável o adequado aproveitamento dos potenciais administrativos dos mesmos em suas empresas. Ainda, o modelo desenvolvido, alvo da presente pesquisa, serve de balizamento para outros níveis de premiação com o PGQP e PNQ, uma vez que inicia todo o processo baseando-se em normas de qualidade internacionalmente reconhecidas. Ainda, o desenvolvimento técnico e pessoal dos gestores é evidenciado ao participar do programa, pois nem sempre estes têm formação acadêmica em administração de empresas, tornando ainda mais difícil gerir uma pequena empresa sem uma consultoria especializada.

Palavras-Chave: Clínica veterinária, Fundação Nacional da Qualidade, Programa “Q Comércio”, Qualidade.

Calidad y deporte: un análisis bibliométrico

08/10/2015 |
La constante necesidad de adaptarse a una realidad cambiante obligada a las organizaciones deportivas a tratar de alcanzar la máxima calidad posible en los servicios que prestan. De este modo, la calidad se ha convertido en un aspecto ineludible de la gestión deportiva y prueba de ello es la aparición de numerosos documentos académicos que lo analizan. El objetivo del presente trabajo ha sido presentar una imagen actual de la literatura científica referida a la gestión de la calidad en el deporte para así conocer quién, qué, dónde, cómo y cuanto se ha investigado al respecto. Con este propósito, se ha realizado un estudio bibliométrico de los documentos indexados en la base de datos multidisciplinar Scopus (Elsevier) mediante una búsqueda avanzada de términos. Del proceso de búsqueda se obtuvieron un conjunto de 104 publicaciones entre artículos, ponencias y capítulos de libros a partir de los cuales se concluye que no será hasta 2009 cuando se produzca un verdadero crecimiento de la producción científica sobre la gestión de la calidad en el deporte. Como ocurre en otras áreas, el instrumento utilizado por los autores para la difusión de sus trabajos es el artículo presente en revistas científicas de diferentes temáticas debido al carácter multidisciplinar de nuestro campo de estudio

Palabras clave: Gestión, calidad, deporte, servicios, estudio bibliométrico, revisión.

Influência de conhecimentos, habilidades e atitudes dos profissionais de saúde na propensão para a notificação de incidentes/eventos adversos

08/10/2015 |
A redução de riscos é de vital importância para a melhoria da qualidade dos cuidados de saúde e, como tal, a segurança do doente e a gestão do risco clínico tornaram-se uma parte importante da gestão hospitalar. Neste contexto, os sistemas de notificação de erros (incidentes/eventos adversos) representam uma ferramenta importante para uma gestão eficaz dos riscos, permitindo a identificação dos mesmos e das causas subjacentes, facilitando a aprendizagem e impedindo a recorrência dos mesmos. Embora seja reconhecida a importância da notificação de erros para a garantia da segurança do doente, continua a haver uma subnotificação dos mesmos. Baseado numa preocupação em conhecer as razões que influenciam o compromisso com a segurança do doente e a notificação de erros, este estudo analisa, através de uma investigação empírica, a potencial influência do nível de conhecimentos, habilidades e atitudes dos profissionais de saúde relativamente à segurança do doente, na frequência de notificação de erros. Utilizou-se como método de colheita de dados o questionário on-line obtendo-se uma amostra de 152 questionários respondidos por profissionais de saúde. Através de um modelo de regressão linear múltipla concluiu-se que os conhecimentos, habilidades e atitudes dos profissionais apenas explicam 11,8% da variação na frequência de notificação de eventos adversos e que apenas os conhecimentos tem valor preditivo na frequência de notificação.

Palavras-Chave: Atitudes; conhecimento; gestão do risco; habilidades; notificação de erros; segurança do doente.

Identificação do doente um passo para a segurança em contexto hospitalar: uma revisão da literatura

08/10/2015 |
Introdução: A Identificação do Doente (ID) é uma prática indispensável para garantir a segurança do doente em qualquer contexto de cuidados de saúde. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) a ID é classificada como a primeira meta internacional de segurança. Objetivo: Esta revisão da literatura tem como objetivo analisar o impacto dos processos de ID, em contexto hospitalar. Metodologia: Revisão da literatura de artigos científicos, dissertações e teses sobre o tema, publicados entre 2011 e 2015. Resultados: Dos documentos consultados, três estudos evidenciam que é fundamental a implementação de estratégias relacionadas com os profissionais e as equipas de saúde, estrutura e recursos, organização e processo e doente/família. Verificou-se que não existe uma padronização de ID nos serviços, no entanto, há uma valorização desta meta de segurança pelos profissionais como também a preocupação em identificar os doentes, sendo esta realizada de acordo com cada profissional. Conclusões: A monitorização do processo de ID, através de auditorias, divulgação dos resultados aos serviços e feedback aos profissionais e intervenção no processo de acordo com os resultados obtidos, são ferramentas que garantem a melhoria contínua dos cuidados de saúde.

Palavras-Chave: identificação do doente; qualidade; segurança do doente.

Princípios de excelência nas PMEs brasileiras do setor ervateiro: análise baseada no modelo de excelência em gestão

08/10/2015 |
A qualidade afirmou-se como um factor de competitividade, obrigando as organizações a assumirem cada vez mais comportamentos estratégicos claramente orientados para abordagens de excelència empresarial. Esse panorama afecta todas as organizações, independentemente do sector de actividade ou da sua dimensão. Como organizações têm-se as (PMEs), onde no Brasil somente as de micro e pequeno porte, representam 99% do total de empresas, com uma participação de 27% do PIB. Salienta-se que, em se tratando da indústria, um sector que vem em crescente expansão no Brasil é o ervateiro, onde de acordo com o sindicado representante, em 2013 chegou-se a uma produção de 515.451 toneladas, sendo o estado do Rio Grande do Sul responsável por 51,5% dessa produção. Nesse contexto, este estudo procura analisar o comportamento das PME brasileiras do sector ervateiro quanto à aplicação dos princípios de excelência. Para o efeito, a informação necessária foi recolhida através de um questionário baseado nos sete critérios do Modelo de Excelência em Gestão Brasileiro (MEG), aplicado a uma amostra de 11 PMEs brasileiras da indústria da erva-mate, situadas no estado do Rio Grande do Sul. Se utilizou da estatística descritiva tendo por base um questionário com 28 questões distribuídas entre os critérios do MEG. Como principais resultados teve-se que as empresas mesmo sem estarem preparadas para um prêmio de qualidade conseguem desenvolver uma Gestão Excelente. Relacionados aos critérios, verificou-se mais pontos fortes do que fracos e, por fim que o perfil dos investigados, assim como da empresa, em grande parte, não influenciam os critérios do MEG.

Palavras-Chave: PME, Excelência, Modelo de Excelência em Gestão, Competitividade.

Liderança e gestão pela qualidade total: impacto na competitividade, satisfação e fidelização de clientes

08/10/2015 |
No início do séc. XX, a Qualidade restringia-se ao rastreamento e inspeção de defeitos, hoje, o conceito de qualidade é muito mais abrangente e encontram-se outras preocupações como: satisfação, fidelização de clientes e melhoria contínua com vista à obtenção da Qualidade Total. Esta nova perspectiva, assente numa Gestão pela Qualidade Total, visa satisfazer as necessidades dos clientes e apostar na melhoria contínua, de forma a obter os melhores resultados, implicando o envolvimento de todos. Segundo Pires (2012), para que as organizações subsistam, é fundamental inovar e apostar numa melhoria contínua ao nível dos serviços prestados, pois só assim se tornam competitivas. A competitividade passa pela inovação e melhoria, de forma a satisfazer as necessidades dos clientes. A liderança assume também um papel fundamental ao nível da melhoria, da qualidade e da competitividade. Segundo Bilhim (2004), sem o envolvimento direto da gestão de topo não é possível alcançar uma cultura de qualidade. Também Guillén & González (2001) defendem que a liderança focada no bem comum da organização é um requisito para uma implementação bem-sucedida dos princípios da qualidade total. Esta pesquisa pretende assim analisar o impacto da Liderança e da Gestão pela Qualidade Total na Competitividade, Satisfação e Fidelização de clientes. Este artigo insere-se numa tese de doutoramento que terá por base um estudo de caso na Associação Portuguesa para a Qualidade (APQ), onde serão abordados os conceitos de Qualidade, Competitividade, Satisfação e Fidelização. Pretende-se aferir o grau de satisfação e fidelização dos associados; identificar as suas reais necessidades e compreender as causas e motivos de abandono dos associados, bem como, analisar o impacto que a liderança poderá ter no desenvolvimento da APQ, ao nível de novas ideias, soluções e alternativas, com base nas necessidades que os associados identifiquem ao longo do estudo. Esta investigação pretende criar um modelo apropriado para medir as relações entre qualidade total, satisfação e fidelização de clientes. O modelo obtido poderá auxiliar as organizações no seu desempenho organizacional, a subsistir num mercado cada vez mais concorrencial e a manter a sua excelência.

Palavras-Chave: Competitividade; Gestão pela Qualidade Total; Liderança; Satisfação.

Caraterização de contadores de microcaudal

08/10/2015 |
O presente trabalho, desenvolvido em parceria pelo Laboratório de Volume e Caudal (LVC) do Instituto Português da Qualidade (IPQ) com o Departamento de Engenharia Mecânica e Industrial (DEMI) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT/UNL), tem como objetivo caraterização de contadores de fluidos tendo como base a medição de caudal utilizando o método gravimétrico. Os resultados obtidos irão permitir a rastreabilidade e calibração de equipamentos no Laboratório Nacional de Metrologia (LNM) do Instituto Português da Qualidade, nomeadamente para micro caudalimetros com gama entre 1 mL/h e 200 mL/h. Foram realizados ensaios a 1 mL/h, 2 mL/h, 10 mL/h, 20 mL/h, 50 mL/h e 100 mL/h, em dias diferentes e utilizando sistemas padrão distintos de acordo com o caudal a ensaiar. Para a obtenção de resultados adequados nos ensaios efetuados foi necessário monitorizar as condições ambientais (temperatura, pressão e humidade) e do líquido padrão (temperatura). Outro dado importante é a caraterização de fontes de incerteza, que permitem obter um resultado completo da medição. Para obter avaliação e estimativa da incerteza de medição usa-se o procedimento descrito no GUM. Neste projeto estão contempladas fontes de incerteza como as associadas à evaporação, impulsão do tubo, resolução da balança, entre outras.

Medição de Caudal, Contador de líquidos de Coriolis, Padrão Gravimétrico, Metrologia.

Investigação centrada nos custos da qualidade: Análise retrospetiva, temáticas atuais e tendências

08/10/2015 |
Tendo em consideração o peso significativo representado pelos custos da qualidade na estrutura de custos das organizações, geralmente realçado na literatura, o apuramento e controlo dos custos da qualidade apresenta-se como uma área crítica na gestão, não apenas devido à necessidade de uma gestão cada vez mais racional dos recursos, mas também devido ao papel que os sistemas de gestão de custos da qualidade podem ter, como instrumento de apoio à tomada de decisão, através do seu potencial na monitorização do desempenho. Tendo em conta este contexto, onde, sem controlo sobre os custos da qualidade, não há como promover a melhoria contínua do sistema de gestão da qualidade, este estudo procede a um mapeamento das publicações científicas centradas nos custos da qualidade. Mais especificamente, o artigo apresenta uma revisão sistemática da literatura sobre os custos da qualidade, procurando analisar a evolução da investigação, através de um estudo retrospetivo orientado para a identificação e clarificação dos principais temas abordados ao longo do tempo, procurando ainda identificar as temáticas core atuais, assim como as tendências para o futuro ao nível da investigação científica na área.

Palavras-chave:Custos da Qualidade; revisão sistemática.

Desenvolvimento e instalação de padrão para medição de caudal de gas para calibração de caudalímetros

08/10/2015 |
O presente trabalho descreve o método de funcionamento e instalação de um padrão primário de medição de caudal de gás realizado em parceria pelo Laboratório de Volume e Caudal (LVC) e o Laboratório de Gases de Referencia (LGR) do Instituto Português da Qualidade (IPQ) com o Departamento de Engenharia Mecânica e Industrial (DEMI) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT/UNL), que permita assegurar a rastreabilidade na calibração (ao VSL) de equipamentos, nomeadamente caudalimetros de gás, no Laboratório Nacional de Metrologia do Instituto Português da Qualidade. O projeto tem como objetivo final tornar funcional um sistema de padrão primário de medição de caudal de gás para operar entre 1 L/min e 12 L/min. Após a montagem do sistema, foi calibrado um controlador de fluxo El-Flow a vários caudais, em dias diferentes, de forma a avaliar a repetibilidade e reprodutibilidade do conjunto padrão-instrumento de medição. Para a obtenção de resultados adequados nos ensaios efetuados, foi necessário monitorizar as condições ambientais, tais como a temperatura e a pressão atmosférica. Para esse efeito foram utilizados equipamentos calibrados. Outro fator importante é a caracterização das fontes de incerteza, que permitem a obtenção de um resultado completo da medição. Neste projecto estão associadas várias fontes de incerteza, tais como as referentes aos valores da temperatura, pressão atmosférica, gravidade, pressão interna do Vol-U-Meter e a incerteza associada aos sensores foto-elétricos do Vol-U-Meter.

Palavras-chave:Controlador de Fluxo, Incerteza, Medição de Caudal de Gás, Metrologia.

Recuperar Password

Por favor, introduza o seu e-mail. Vai receber uma nova password via e-mail.