Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Select a Page:
Scroll to top

Top

Determinantes do grau de cumprimento das recomendações da CMVM: Evidência nas empresas cotadas Portuguesas

Determinantes do grau de cumprimento das recomendações da CMVM: Evidência nas empresas cotadas Portuguesas
  • O presente trabalho pretende analisar eventuais determinantes do grau de cumprimento das recomendações da CMVM sobre o governo das sociedades, pelas empresas com valores cotados na bolsa de valores -Euronext Lisbon, no período compreendido entre os anos de 2007 a 2011. Foram testadas onze hipóteses de associação entre o índice de cumprimento das recomendações de governo societário (ICRGS) e as onze variáveis explicativas através do uso de estatísticas descritivas, normalidade, diferenças no cumprimento das recomendações de Governo das Sociedades ao longo do tempo, correlação e regressão.

    Os resultados do modelo de regressão utilizado evidenciam que as variáveis independentes ou explicativas, percentagem de administradores independentes, dimensão da empresa, existência de um plano de stock options e a existência de uma comissão de auditoria apresentam uma influência positiva estatisticamente significativa sobre o ICRGS. Por outro lado, os resultados mostram ainda que, as variáveis dualidade do Presidente do Conselho de Administração e endividamento revelam uma influência negativa estatisticamente significativa sobre o ICRGS.

    Palavras-chave: Governo das Sociedades, Recomendações da CMVM, Determinantes, Nível de conformidade.
  • Este conteúdo está apenas disponível para associados.
  • Este conteúdo está apenas disponível para associados.

Recuperar Password

Por favor, introduza o seu e-mail. Vai receber uma nova password via e-mail.