Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Select a Page:
Scroll to top

Top

No Comments

Guias RELACRE

relacre

GUIAS RELACRE

A RELACRE – Associação de Laboratórios Acreditados de Portugal tem como missão apoiar e promover a comunidade de laboratórios, contribuindo para o seu reconhecimento na sociedade e para o desenvolvimento e credibilização da sua atividade.

A sua ação visa estabelecer relações sólidas e de confiança com os Associados e com a comunidade de Laboratórios em geral, desenvolvendo atividades de serviço que resultam da pesquisa sistemática das suas necessidades, atuais e potenciais, bem como, de serviços complementares de carácter técnico e de qualificação de recursos que promovem a sua competitividade.

A Relacre, numa parceria com a APQ, disponibiliza agora os seus guias nas Publicações Qualidade.

Saiba mais sobre a Relacre em www.relacre.pt

Faça o Login para ter acesso ao conteúdo das Guias disponibilizadas pela RELACRE.

Sumário

  • Guia EURACHEM – RELACRE N.º1

    Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 1 – Calibração de material volumétrico

    Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 3 – Validação de resultados em laboratórios químicos

    Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 4 – Determinação da melhor incerteza de medição de um laboratórios de calibração de forças

    Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 5 – Determinação da incerteza dos resultados da calibração de instrumentos de medição de forças Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 6 – Acreditação de laboratórios de ensaio microbiológicos Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 7 – Ensaios interlaboratoriais em química Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 8 – Determinação da incerteza da calibração de massas

    Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia

  • Guia 9 – Alguns exemplos de cartas de controlo em laboratórios de análise química Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 10 – Determinação da incerteza dos resultados de medição na calibração de instrumentos de medição na área eléctrica (Volume I e Volume II) Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 11 – Elaboração do manual da qualidade de laboratórios Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 12 – Determinação da incerteza dos resultados da verificação de máquinas de ensaio de tracção ou compressão Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia

  • Guia 13 – Validação de métodos internos de ensaio em análise química Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 14 – Questionário de avaliação da situação nos laboratórios de análises clínicas face à nova norma EN ISO/IEC 17025 Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 15 – Garantia da qualidade de sistemas informáticos em laboratórios Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 16 – Determinação da melhor incerteza de medição associada à calibração de balanças manométricas industriais Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 17 – Elaboração de procedimentos do sistema da qualidade Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 18 – Pontos de calibração em equipamentos de medição da área eléctrica Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 19 – Câmaras térmicas – Conceitos básicos, realização do ensaio térmico e avaliação do relatório de ensaio Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 20 – Decreto-Lei nº 78/2004 – ANEXO II – Especificações sobre o conteúdo do relatório de autocontrolo Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 21 – Exposição dos trabalhadores às vibrações – apontamentos sobre estimativa das incertezas de medição Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 22 – Cálculo de incertezas – Acústica Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 23 – Guia de boas práticas de medição de vibrações – Exposição dos trabalhadores às vibrações Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • Guia 24 – Cálculo da Incerteza na calibração de material volumétrico Clique aqui para saber o OBJETIVO deste guia
  • A adesão de Portugal à Comunidade Económica Europeia, ocorrida em 1986, recentrou o interesse económico do País no mercado europeu. A sua integração num novo contexto de livre circulação de produtos acompanhado da crescente harmonização suportada em regulamentação técnica e em requisitos de conformidade, realçou a importância da atividade dos laboratórios. Esta nova realidade cedo evidenciou a necessidade da criação de uma organização que permitisse juntar os laboratórios numa rede, permitindo promover o diálogo para o fortalecimento ao nível técnico e económico, promover as suas capacidades e competências e estabelecer condições para a sua competitividade neste exigente mercado. Este mesmo propósito, a nível europeu, foi a origem da criação da EUROLAB, que ocorreu em 27 de abril de 1990, contando com a participação de Portugal através do Instituto Português da Qualidade [IPQ]. Desde esse momento, houve a necessidade de se criar, no país, uma entidade capaz de representar os laboratórios portugueses na EUROLAB, tendo o IPQ promovido um Fórum de laboratórios públicos e privados, acreditados ou com interesse na acreditação, para constituição de uma Associação de Laboratórios, cuja escritura ocorreu em 9 de maio de 1991, com a designação de RELACRE – Associação de Laboratórios Acreditados de Portugal, à qual aderiram 21 entidades com laboratórios acreditados. Ao longo da sua existência a RELACRE tem pautado a sua ação no sentido de cumprir esta importante missão de apoiar e representar a comunidade de laboratórios, ajustando o seu campo de atuação às crescentes necessidades apresentadas pelos laboratórios, ciente do seu papel na sociedade.
  • Comente o Artigo

    Recuperar Password

    Por favor, introduza o seu e-mail. Vai receber uma nova password via e-mail.