Utilidade das demonstrações financeiras na tomada de decisão: análise nas empresas angolanas

2.00

JACKSON SEBASTIÃO • MARIA ALVES

Resumo

A informação contida nas demonstrações financeiras é de reconhecida utilidade na tomada de decisão. O objetivo principal do presente estudo consiste em investigar a forma como catorze entidades angolanas, igualmente distribuídas entre os setores financeiro e não financeiro, utilizam esta informação no processo de tomada de decisão. Desenvolveu-se uma pesquisa qualitativa, bibliográfica e de estudo de caso descritivo. Como técnica de recolha de dados usou-se a entrevista semi-estruturada, tendo os contabilistas das referidas entidades constituído os objetos dessas entrevistas. Os resultados da pesquisa revelaram que todas as demonstrações financeiras eram usadas pelos respondentes como instrumento de controlo de gestão mas nem todas eram usadas por todas as entidades; e que as entidades estudadas utilizavam a análise das demonstrações financeiras e faziamno maioritariamente em períodos trimestrais. Verificou-se, ainda, que a generalidade dos gestores recorria à informação contida nas demonstrações financeiras para tomar decisões, sendo os gestores das entidades financeiras quem o fazia com maior frequência. Também, o nível de perceção pelas entidades financeiras quanto à utilização da análise das demonstrações financeiras e seu uso no processo de tomada de decisão, parece ser mais elevado e, simultaneamente, foram estas entidades as que obtiveram maiores rendibilidades nos períodos em análise.

Palavras-chave: Demonstrações financeiras; Processo de tomada de decisão; Utilidade da informação.

Informação adicional

Índice

1. INTRODUÇÃO
2. REVISÃO DE LITERATURA
2.1. ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS
2.2. ESTUDOS EMPÍRICOS ANTERIORES
3. METODOLOGIA
4. RESULTADOS
4.1. INDICADORES
4.2. RESULTADOS DAS ENTREVISTAS
4.3. SÍNTESE E APRECIAÇÃO DOS RESULTADOS
5. CONCLUSÃO

Curriculum Vitae

Jackson Sebastião

Mestre em Contabilidade e Finanças pela Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Setúbal (ESCE/IPS) e Licenciado em Contabilidade e Gestão pela Universidade de Belas Luanda/Angola. É, ainda, Professor no Instituto Superior Técnico de Angola (ISTA) e no Instituto Superior de Angola (ISA) e consultor. Áreas de interesse: contabilidade, finanças e gestão de empresas.

Master in Accounting and Finance at ESCE/IPS and has a degree in Accounting and Management at the Universidade de Belas Luanda/Angola. Is Professor at ISTA and ISA and consulter. Areas of interest: accounting, finance, and management.

Perfil do Autor:

Jackson Sebastião obteve o grau de Mestre em Contabilidade e Finanças, em 2014. É, ainda, Professor no ISTA e no ISA, e consultor. Os seus interesses de investigação são nas áreas de contabilidade, finanças, e gestão

Jackson Sebastião has received a Master in Accounting and Finance at ESCE/IPS, in 2014. He is a Professor at ISTA and ISA, and a consulter. His areas of interest in research are accounting, finance, and management.

Maria Teresa Venâncio Dores Alves

Doutora em Gestão, especialidade Contabilidade, pelo ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, Mestre em Contabilidade e Finanças Empresariais pela Universidade Aberta e Licenciada em Organização e Gestão de Empresas, vertente económico-financeira, pela Universidade Moderna. E, ainda, Professora Coordenadora da Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Setúbal (ESCE/IPS). Áreas de interesse: contabilidade, finanças, organização e gestão de empresas.

Ph.D in Management, Accounting specialty, at ISCTE, Master in Accounting and Corporate Finance at the Universidade Aberta, and has a degree in Corporate Organization and Management, economic and financial branch, at the Universidade Moderna. And, is a Coordinator Professor at ESCE/IPS. Areas of interest: accounting, finance, corporate organization and management.

Perfil do Autor:

Maria Teresa Venâncio Dores Alves obteve o grau de Doutora em Gestão, especialidade Contabilidade, em 2005. É Professora Coordenadora no Departamento de Contabilidade e Finanças da ESCE/IPS. Os seus interesses de investigação são nas áreas de contabilidade, finanças, organização e gestão de empresas.

Maria Teresa Venâncio Dores Alves has received a Ph.D in Management, Accounting specialty at ISCTE, in 2005. She is a Coordinator Professor in Accounting and Finance Department at ESCE/IPS. Her areas of interest in research are accounting, finance, and corporate organization and management.

Referências Bibliográficas

Decreto-Lei n.º 192/2015 de 11 de setembro: Sistema de Normalização Contabilística para as Administrações Públicas. Ministério das Finanças, Lisboa

KPMG (2011). Financial Services. Análise ao sector bancário angolano. Acedido em 23 de maio de 2014, em: https://assets.kpmg.com/.

Lungo, D. I. M. e Alves, M. T. V. D. (2013). Utilidade da informação financeira na tomada de decisão: a perceção de gestores de PMEs de Luanda e de Lisboa. Revista de Contabilidade e Controladoria, v.5, 2: 107-133.

Nabais, C. e Nabais, F. (2011). Prática Financeira-Análise Económica e Financeira. 7ª Edição. Fidel Edições técnica

Nogueira, F. (2004). Decisores Hospitalares-Necessidades formativas e informativas. Tese de Doutoramento. Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Vila Real.

Rosillón, N. e Alejandra, M. (2009) Análisis financiero: una herramienta clave para una gestión financiera eficiente. Revista Venezoelana de Gerência. Año 14. 48: 606-628.

Santos, D. e Oliveira, M. L. A. (2010). Análise Económico-Financeira: Amigão Lins Supermercados Ltda. – Lins/SP

Stroeher, A. M. e Freitas, H. (2008). O uso das informações contábeis na tomada de decisão em pequenas empresas. R. Adm. Eletrônica. v.1, 1, 1-33.

Tártari, J. (2005). Uso da análise das demonstrações contábeis no processo de gestão: um estudo nas maiores indústrias do setor de confeções do Estado do Paraná. Dissertação de Mestrado. Universidade Regional de Blumenau.153 pp.

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Utilidade das demonstrações financeiras na tomada de decisão: análise nas empresas angolanas”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *