Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Select a Page:
Scroll to top

Top

Revista Qualidade – 2016 – Edição 1e2

Revista Qualidade – 2016 – Edição 1e2

Índice


  • Teste Burn-in


  • Lean ou TRIZ?


  • Parte I – Diretrizes para uma aplicação bem-sucedida do Design of Experiments – DoE


  • Cartas de controlo comdados Autocorrelacionados


  • Auditar a Norma ISO 9001:2015


  • (in)Satisfação dos consumidores em análise


  • Claro que estamos a falar de competitividade!


  • Pedro de Almeida Cardoso


  • Um sistema à medida das respostas sociais


  • Turismo em alta 51


  • Qualidade e sustentabilidade


  • Portugal é um destino turístico suatentável?



Edição Completa – 5 €


Edição 1 e 2 - 2016

  • Glória Antunes – Vice-presidente da Direção da APQ A palavra Qualidade está associada a um conjunto vasto de técnicas e métodos enquadrados por teorias de gestão que não têm limites bem defi nidos, nem coerência intrínseca. Contudo, as suas abordagens pragmáticas têm constituído pontos de referência nos caminhos da competitividade e do desenvolvimento sustentável. Algumas das dinâmicas que têm vindo a infl uenciar as práticas empresariais, com ênfase nos resultados a curto prazo, têm desvalorizado a relevância de abordagens mais holísticas identifi cadas como oriundas do movimento da qualidade, em favor do imediatismo e aparente facilitismo de abordagens intuitivas, mas insufi cientemente suportadas e sustentáveis. Embora compreendendo esta situação, devemos alertar para os riscos inerentes a práticas baseadas apenas em projetos isolados, sem abordagens sistemáticas, e para a alternativa, que existe, de integrar essas abordagens nos sistemas de gestão. Também interessa entender que a situação descrita deriva de novas realidades empresariais, em que a qualidade tem de se integrar de forma mais efi caz, necessitando para o efeito de melhores qualifi cações que no passado (e de não menos). O mercado da Qualidade tem vindo a sofrer alterações profundas que têm implicações em todo o tipo de organizações. Importa, também por isso, saber para onde a APQ quer ir e como deve posicionar o apoio aos seus Associados. A economia e a sociedade estão condicionadas pela informação e pelo conhecimento (com suporte das novas TIC), o que cria novas relações de trabalho, mas abre também novos públicos (de que são exemplo os PALOP) e permite novas dimensões para as organizações. A APQ tem vindo a concretizar a sua aposta estratégica na informação técnica e científi ca de suporte ao movimento da Qualidade, onde enquadra a revista Qualidade, a revista TMQ e o site das publicações, agora também dirigida a todo o espaço da língua portuguesa. A revista Qualidade sofreu uma reorientação em 2012/2013, deslocando a ênfase dos sistemas de gestão para as técnicas e métodos da Qualidade. O objetivo central desta mudança foi o de aproximar a APQ da sua missão de promover estas áreas fundamentais e, também, de contrariar tendências para a iliteracia técnica. Importa agora afi nar essa orientação para novos públicos e novas temáticas. Queremos continuar a acompanhar o desenvolvimento da Qualidade nos diferentes sectores, e a dar visibilidade às grandes realizações das organizações, auxiliando a transformar as boas práticas em modelos de ação e de inspiração, desencadeando processos de benchmarking e de benchlearning entre serviços e organizações. A revista não deixará de procurar e divulgar mais informação qualifi cada, de que são exemplos: livros, estudos, relatórios, casos piloto. A mudança para um novo formato e grafi smo, a par de novos conteúdos, não visa apenas a renovação visual, mas também criar mais capacidades de “acrescentar valor aos Associados e contribuir para o desenvolvimento sustentado da sociedade portuguesa, através da criação e divulgação de conhecimento e da promoção de práticas inovadoras nos domínios da Qualidade e da Excelência Organizacional”. A apresentação desta edição dupla em 2016 inicia um novo ciclo, que, embora continue a ser uma ponte com o passado, visa essencialmente preparar o futuro.
  • Propriedade e Edição Associação Portuguesa para a Qualidade | NIPC 500960410 Redacção e Secretariado Pólo Tecnológico de Lisboa, Rua Carlos Alves, nº 3 1600-515 Lisboa Tel. 214 996 210 | Fax 214 958 449 | geral@apq.pt | www.apq.pt Directora Maria da Glória Antunes Coordenadora Executiva Isabel Almeida Diretora Editorial Natividade Gomes Augusto direcao@segurancacomportamental.comt Colaboração Cristina Casaleiro Redação Sandra Sousa José encarnação redacao@segurancacomportamental.com Design Sandra Cortes design@segurancacomportamental.com Paginação e produção gráfica Sandra Cortes design@segurancacomportamental.com Consultor de imagem Daniel Viana Martins daniel@vianamartins.com Impressão Jorge Fernandes, Lda. Periodicidade trimestral Preço: 5 € (IVA incluído) Tiragem: 5000 exemplares | Inscrição no ICS nº 116964 | ISSN 0870-6743 | Dep. Legal nº 65326/93 Distribuição gratuita aos membros da APQ Os textos incluídos nesta revista expressam a opinião dos seus autores e não necessariamente a opinião da APQ, sua Direcção, Órgãos Sociais ou colaboradores. É interdita a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações sem a expressa autorização da APQ.

Recuperar Password

Por favor, introduza o seu e-mail. Vai receber uma nova password via e-mail.