Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Select a Page:
Scroll to top

Top

No Comments

Revista Qualidade – Outono 2010 – Edição 2

Revista Qualidade – Outono 2010 – Edição 2

Índice

  • Entrevista – Alberto Amaral – Avaliação e acreditação no ensino superior

    Graziela Afonso

  • Para visualizar o conteúdo é necessário Login.
  • SGQ em instituições de ensino superior – Dificuldades e potencialidades

    António Ramos Pires

  • SGQ – Implementação em marcha no IPS

    António Ramos Pires

  • Gestão do Risco

    Vitor Casimiro da Costa

  • Passos da EDP para a Gestão do Risco

    Rui Jerónimo • José Allen Lima

  • SMTUC – Medição e gestão da satisfação dos clientes

    Carolina Feliz • Rita Martins • Patrícia Moura e Sá

  • ASQ em Portugal – Make Good Great®

    Paulo Sampaio • Luís Fonseca

Edição Completa – 5 €

Outono 2010

  • Qualidade – Um factor de sucesso?

    Pedro Esquível – Presidente da Delegação Regional do Norte da APQ Este é o tema de reflexão proposto este ano pela European Organisation for Quality (EOQ) para a Semana Europeia da Qualidade, que decorre de 8 a 14 de Novembro. Antes de tentarmos responder a esta questão, temos de clarificar um pouco o significado da própria Qualidade. Será que a Qualidade tem um significado objectivo, partilhado por todas as pessoas? Infelizmente, a sensação que todos temos, é que o significado da Qualidade não é exactamente o mesmo para todas as organizações, nem sequer para diferentes níveis da mesma organização. Para alguns, a Qualidade significará a detenção de um certificado que pode expor-se nas paredes, para outros será a varinha mágica que pode resolver todos os problemas. Entre uns e outros está uma variedade de definições e interpretações. Há alguns anos atrás, assisti a uma video-conferência em que o próprio J. M. Juran dizia “não sei bem o que é a Qualidade, só sei que se trata de aumentar os proveitos e reduzir os custos de uma organização”. Hoje, a questão ainda se torna mais complexa, porque temos de considerar o papel crescente da sustentabilidade e da gestão do risco. A globalização, a concorrência e as crises económicas colocam desafios enormes que obrigam muitas organizações a saírem das suas zonas de conforto, obrigando-as a inovar sistematicamente em termos de produto, mas também no que respeita a processos e comportamentos. O ritmo de lançamento de novos produtos é alucinante, os processos são constantemente alterados e as operações são frequentemente deslocadas. Além disso, os próprios valores da sociedade vão-se alterando, nem sempre no bom sentido, e os estados são muito mais instáveis e menos ideológicos. Neste contexto complexo, a Qualidade estará em condições de ajudar a colocar alguma ordem nas organizações, através de propostas concretas ao nível dos Sistemas de Gestão, ajudando a torná-las bem mais preparadas para o futuro. Um Sistema de Gestão ambicioso, flexível e bem desenhado é certamente um contributo enorme para a melhoria da Excelência e da maturidade das organizações. Aliás, no futuro, os Sistemas de Gestão descendentes dos Sistemas da Qualidade talvez venham a ser um dos elementos mais críticos e distintivos do próprio governo das sociedades. Consciente desta tendência, a APQ tem diversificado as suas actividades, promovendo os diversos temas de gestão, mas reforçando sempre as relações e interacções. Aliás, a Qualidade talvez seja a única disciplina da gestão que se tem preocupado com a integração dos vários processos de gestão. Podemos dar aqui vários exemplos da necessidade dessa integração: • Uma gestão por objectivos não pode funcionar adequadamente se as pessoas não estiverem devidamente preparadas para a autonomia e o trabalho em equipa, ou se não tomarmos em consideração aspectos de ética organizacional, sustentabilidade ou gestão do risco. • A melhoria contínua pode necessitar desesperadamente da introdução de elementos 5Ss, Kaizen ou lean. • O respeito absoluto da legislação e das normas aplicáveis é usualmente uma condição fundamental para a gestão do risco. Se voltarmos agora à nossa questão inicial “Qualidade: Um factor de sucesso?”, é muito mais fácil respondermos. A Qualidade será mesmo um factor crítico de sucesso, mas tem de actuar nos vários domínios da organização, explorando a sua vocação integradora.
  • Propriedade e Edição Associação Portuguesa para a Qualidade NIPC 500960410

    Redacção e Secretariado Pólo Tecnológico de Lisboa, Rua Carlos Alves, nº 3 1600-515 Lisboa Tel. 214 996 210 | Fax 214 958 449 geral@apq.pt www.apq.pt

    Director Jaime Franco Jeijóo

    Coordenadora Executiva Isabel Almeida

    Produção Editorial Infofluxos – Edição e Comunicação Av. das Forças Armadas 4, 2ºB 1600-082 Lisboa Tel. 217 819 442 www.infoqualidade.net

    Coordenação e Revisão Graziela Afonso (grazielaafonso@infoqualidade.net)

    Projecto Gráfico, Paginação e Publicidade Cempalavras – Comunicação Empresarial Av. Almirante Reis 114, 2º C 1150-023 Lisboa Tel. 218 141 574 | Fax 218 142 664 geral@cempalavras.pt www.cempalavras.pt

    Direcção Comercial Luís Paulo Morais (luis.morais@cempalavras.pt)

    Apoio Editorial Paula Braga (paula.braga@cempalavras.pt)

    Design e Produção Ana Gaveta, Fátima Matos, Patrícia Gonçalves

    Fotografia IStockPhoto© e entidades participantes

    Pré-impressão e impressão Jorge Fernandes, Lda. Publicação trimestral Preço: 5 € (IVA incluído) Tiragem: 5000 exemplares Inscrição no ICS nº 116964 ISSN 0870-6743 | Dep. Legal nº 65326/93

    Distribuição gratuita aos membros da APQ Os textos incluídos nesta revista expressam a opinião dos seus autores e não necessariamente a opinião da APQ, sua Direcção, Órgãos Sociais ou colaboradores. É interdita a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações sem a expressa autorização da APQ.

Comente o Artigo

Recuperar Password

Por favor, introduza o seu e-mail. Vai receber uma nova password via e-mail.